Outros Ramos de Direito

Referências

Título

Propaganda: Quais benefícios pode atribuir à marca de uma sociedade de advogados?

Autoria

Francesc Domínguez, Consultor

Edição:

Verbo Jurídico, Julho de 2007

Texto Integral

Pergunta de Juan Gónzalez-Blázquez, advogado, sócio de González-Blázquez & Barrenechea (México, Distrito Federal)

O principal benefício da propaganda a curto prazo é a divulgação da marca, o que não implica necessariamente a sua lembrança.

No caso de que sua firma decida investir em propagandas, deve fazê-lo com rigor profissional, definindo previamente um conceito de escritório e amoldando a campanha publicitária em um plano de marketing e comunicação. Comento-o porque a prática habitual, em algumas sociedades de advogados, é a elaboração de um anúncio sobre os serviços jurídicos, pelos próprios sócios, sem que faça parte de uma estratégia global de marketing e comunicação. Agir assim é jogar dinheiro fora.

Foram vários os advogados que me comentaram que, se um escritório investe em fazer propaganda, é "porque o negócio lhe vai mal". Isso é um absurdo. Para os clientes-potenciais de uma sociedade de advogados é normal que uma firma de serviços invista em propagandas. Os advogados são, com freqüência, os únicos a terem esse preconceito. Contudo, você deve avaliar como investir o seu dinheiro. É preciso investi-lo em atividades que consigam que o mercado reconheça a capacidade de sua sociedade de advogados e a percebam como uma referência. Normalmente essas atividades são gratuitas, ainda que logicamente requeiram investimento em tempo. Os anúncios "afirmam", não "demonstram". Por isso são secundários em marketing jurídico.

No entanto, se sua sociedade de advogados for líder do mercado na sua especialidade ou setor, anuncie com freqüência para recordar a vantagem mental ou a liderança com relação aos seus competidores.

Se você se dirigir, sobretudo, a clientes particulares, contará com um conceito diferenciado de escritório e com investidores que respaldam seu projeto e, conseqüentemente, suas campanhas publicitárias, terá também motivos para investir em anúncios. Infelizmente isso é algo com o que poucas sociedades de advogados contam. A solução para a maioria de escritórios é ser criativos e investir em atividades de marketing de mais baixo investimento.

Talvez tenha-se perguntado alguma vez, por quê em um país como os Estados Unidos da América as sociedades de advogados fazem tanta propaganda. (Uma propaganda que em outros países percebemos, às vezes, como ridícula ou agressiva, por exemplo.) Na minha opinião, no setor jurídico estadunidense, investe-se tanto em anúncios por causa de:

- os valores da advocacia estadunidense e a massificação de seu mercado jurídico,

- a ignorância, em alguns casos, em marketing jurídico das firmas,

- a tendência humana a fazer o que, supostamente, a maioria faz,

- o conselho interessado de assessores de comunicação, normalmente agências mais pendentes de seus numerosos honorários a curto prazo, do que da explicação a seus clientes do papel da propaganda em marketing jurídico e a obtenção do retorno do investimento.

Seja criativo. Invista em ações que possam ajudar os clientes potenciais a reconhecer sua capacidade profissional. No meu ponto de vista, investir em propaganda é um recurso para poucos e uma das últimas opções para a maioria.

Sobre o Autor

Actividade

© 2007, Francesc Dominguez, consultor de marketing, coautor do livro El marketing jurídico. www.lawmarketing-europe.com

© verbojuridico.net | com | org. Direitos Reservados.

Imprimir